quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Mais uma da adolescente lá de casa!!!!


Já aqui referi antes que tenho uma filha em plena fase de adolescência, com 14 aninhos, e que nem sempre, por muito que tente, consigo lidar com as suas fantasias e devaneios, paixões e desilusões, duvidas e certezas, e mesmo entendendo o que ela esta sentir há coisas com as quais eu não posso concordar ou se quer apoiar.

Pois é, lá estamos nos novamente numa fase complicada, mais uma paixão, e como sempre, esta é a paixão da vida dela, e blablabla, até aqui tudo normal, está na idade em que as paixões são tudo e para toda a vida e tudo mais, sem novidade e nem sequer era coisa para me tirar o sono, mas desta vez a coisa é um pouco mais complicada, porque o mocito, por quem a minha filha está perdidamente apaixonada não é tão mocinho assim, ou antes para mim é um miúdo, para ela é demasiado velho, estarei a ficar uma mãe galinha???, ok se estou paciência, mas temos que ver as coisas como elas são, o dito cujo, tem 19 anos, caramba a miúda tem 14, que pode haver em comum entre eles??? Nada, a não ser umas coisinhas que prefiro não referir, ou antes nem pensar para não ficar já mal disposta.
A sorte disto tudo é que o gajo (sim já so tem direito que o trate por gajo dado que já me esta a dar problemas e dores de cabeça) vive no Porto e nos em Lisboa, ora estes Kms de distância dá-me alguma margem de segurança, para pelo menos me deixar dormir descansada., por isso quando ela me veio contar e dizer a idade dele eu não dei logo um grito histérico, afinal a esta distancia para que me passar já?, ainda dei a minha opinião, mas consciente que estava a falar para o boneco, mas tudo bem, era um assunto que, achei eu, nem valia a pena debater muito.
Pois estava errada, como sou uma mãe porreira, diz ela, veio com uma grande conversa, por sms convem referir, de que eles estão mesmo apaixonados e que eu podia lhes dar uma ajuda para eles se verem, de salientar que a ajuda pretendida é que eu me desloque ao Porto para eles se verem, ora mas serei a estar a ficar doida ou foi a minha filha que perdeu a noção da realidade???

Alguma coisa não pode estar bem, e agora como é que lhe explico que isto não faz qualquer sentido, que ela conheceu o gajo na semana passada, e que em 3 dias não pode estar perdidamente apaixonada, e que ele tem 19 anos e vive a uma porrada de kms de distancia, esta a única parte boa da coisa, e que este namoro ou o que ela queira chamar não vai ter hipóteses de acontecer, que não tem pernas para andar, e que ele so quer uma coisa dela e depois ir a vidinha dele.

Minha filha, sei que vens aqui espreitar ao meu estamine, por isso, se estas a ler, espero que entendas o que quero dizer, pois eu tentei explicar isto ontem mas, e eu sei o que é estar apaixonada, não me ouviste e sei que não vês as coisas assim, mas as coisas são assim, tb não vale a pena argumentares de novo que 5 anos não é muito, pq 5 anos não faz diferença na minha idade, mas na tua esses 5 anos fazem toda a diferença.

Ai como é difícil ser mãe, ainda por cima ser mãe e pai e ainda o ombro amigo.

14 comentários:

DESIRE disse...

Repasso-te mais um selinho!
Passa lá no blog para o buscar!
Bjs prometidos

GANDALF disse...

Nunca é facil ouvir-mos os nossos pais,mas se de algum modo ajudar a opinião de alguem que sempre foi "rebelde" e diferente,e hoje tem 45 anos,e se lês o que a tua mãe escreve,olha que ela tem mesmo razão.

beijokas

Bombocaa disse...

ai desculpa minhoca mas desatei-me a rir
eh pa tu tens ai 1 caso bicudo
mas tb pensa...aos 14 anos é tão fácil hj gostarmos de 1 e amanhã de outro...
Oh pa...tu deixa-a mas é sair à noite...a ver se ela se entretem (ai pela zona) com outros amigos...vais ver a pancada do gajo dos 19 passa-lhe depressa.
A moça tem 14 anos mas tem de compreender q o dito rapaz dos 19 até se pode pôr em sarilhos..visto ela nem sequer ter 16 anos..

Ai minhoquinha mais pequena...estar apaixonado é bem...mas tu vê lá...num raio de 10 km ainda se compreende...agora de 200 e tal...ai não ha paixão q resista, linda.
Senta-te lá no sofá (se a tua mãe deixar) e começa lá a reflectir os prós e os contras...já és mulherinha pr isso não?!
É q se n fores...eu abro-te a cabeça ao meio e meto-te lá umas coisas interessantes (olha tem cara de bruxa...de certeza...ahahaha está a filha a pensar)

Minhoca disse...

desire:
Obrigada, vou la espreitar e ja o passo para aqui.

Beijokas

Minhoca disse...

gandalf:
Sim ela vem aqui espreitar muitas vezes, e obg, quem sabe tido por outras q pessoas que não eu ela já de ouvidos.

Beijinhos

Minhoca disse...

bomboca:
E que caso bicudo.....Mas é o fruto da idade, sao sempre casos bicudos para mim:)
Quanto a sair à noite, ela ate sai, mas que adianta, esta com a cabeça no outro, é de manha a noite ao tlm c ele, aiaiaiai, ainda tenho mais algum tempo de agonia, mas espero que seja uma fase sem graves consequencias.

Bj

Bombocaa disse...

é fácil...eu qd tinha 14 anos...n tinha tlm...nem sonhava q iria haver isso e dava uns beijos na mesma...
lá terás q ser severa...e aplicar o castigo do retiranço do tlm ehehehe

AI q ela n vai gostar de mim
:(

Minhoca disse...

bomboca:
Ai que ela vai se zangar contigo:), deixa lá que depois defendo-te LOL

Jinhos

Anjo De Cor disse...

hehehehhe, fez-me rir o teu post, ser mãe é complicado e ainda mais complicado quando a filha tem 14 anos, mas o amor não escolhe idades e os miudos de hj são bem precoces ... a distância nem sempre é problema, mas é preciso ter maturidade para isso.
Eu namorei alguns anos com 200 e tal km. de distância pelo meio, estavamos juntos todas as semanas fizemos muitas loucuras, foi bonito giro diferente, mas concordo que é precisso maturidade e dinheiro, porque fica muito caro.
Bjsssssssssss
Sónia

Minhoca disse...

Anjo de cor:
Acredita que é muito complicado ser mãe de uma adolescente. Quanto ao resto, pois prefiro ver a distancia entre a minha filha e o dito como a solução das minhas dores de cabeça hehehehe.

Bjs

Salto-Alto disse...

Só hoje (vergonhosamente) é que li este texto. Bem, parabéns! És mãe, pai, ombro amigo, óptima escritora, és atenta e eu adorei este texto. Quando for mãe, quero ser assim, pode ser? ;p

Beijinhos!

Minhoca disse...

salto-alto:
Muito obrigada, embora com todos os meus defeitos, sim que ate os tenho aos montes:), tenho feito o melhor que posso no que diz respeito a educação da minha filha, e a unica coisa q sei é q n ha formulas perfeitas, por isso vou continuar da forma que sei porque não tem corrido mal.

Uma beijokinha

Pedro disse...

Este post não podia ser mais oportuno:)

Espero que a coisa se tenha resolvido, mas não resisto a destacar para o dia de hoje as tuas seguintes frases:

“… não é tão mocinho assim…estarei a ficar uma mãe galinha???,”

“…que pode haver em comum entre eles???...”
“…gajo dado que já me esta a dar problemas e dores de cabeça) vive no Porto e nos em Lisboa…” Seria daqui a memória do Porto?!

“…ela queira chamar não vai ter hipóteses de acontecer, que não tem pernas para andar, e que ele só quer uma coisa dela e depois ir a vidinha dele…”

Vale a pena pensar nestas frases ao dia de hoje

Minhoca disse...

Pedro:

Vamos la por partes ::

Sou uma mãe galinha. é um facto:)

A memoria do Porto, n me parece q venha dai:)de qualquer forma o gajo ainda me deu algumas dores de cabeça (será q a memoria do Porto seria a antever alguma dor de cabeça ???agora q falas nisso ....:)

E não o q a maoiria quer????? E ela e minha filha tenho q me preocupar