terça-feira, 26 de agosto de 2008

Li algures que escrever é uma forma de lidar e ate mesmo atenuar o sofrimento, quando chorar não chega as pessoas escrevem para ajudar a o ultrapassar a dor.

Acho que no fundo foi isso que me levou a criar este blogue, não que me encontre em sofrimento, mas porque há coisas que me magoam e me deixam triste e esta foi a forma que encontrei para lidar com elas, assim escrevo e depois quando vou ler tudo parece fazer mais sentido, não encontro a solução para os meus problemas nem as respostas as minhas duvidas, mas é como se ao ler tudo passasse a ter um peso menor e consiga ver de uma perspectiva diferente.

Estou neste momento a ler “A Soma dos Dias” de Isabel Allende, e este livro é o relato da vida de uma mulher, contada na 1ª pessoa, à sua filha que já morreu. Já tinha pegado no livro uma vez ou duas mas nunca me tinha decidido a ler, comecei agora e já estive perto de desistir, não que o livro seja uma seca, mas porque me perturba, ao ponto de me deixar triste e deprimida, sentir em cada palavra, em cada frase do livro o sofrimento de uma mãe que vê morrer uma filha, talvez porque também sou mãe e porque não quero sequer pensar nessa possibilidade nem no que será essa dor.
Uma das formas que esta mãe encontrou para lidar com esse sofrimento foi precisamente escrever, mais especificamente escrever um livro sobre a vida da filha. Este que me encontro a ler, é posterior e neste ela escreve à filha a contar a sua própria vida.

Não sei qual o sentido deste post, se é que faz algum sentido, começo a achar que o livro esta realmente a deixar-me perturbada, ou então já me encontrava assim e o livro só me deixou pior.
A verdade é que estava a precisar de escrever e acabou por sair isto, deve ser o que me vai na mente….

10 comentários:

cheiodetesao disse...

Fizeste muito bem em escrever.
Escrever é, (poder ser) enfrentar as coisas, de algum modo.
Conheço o livro, não deixes de o ler todo.

E o dia está lindo, os pássaros andam na relva a comer-me as sementes, dois ou três amigos já me telefonaram, escrevi montes de mails hoje para uma mailing list de amigos de um blog que frequento.

Isto para ti não é nada... Mas até pode ser que seja.

Passa um bom fim de dia e muitos beijinhos.

PS: Também sou pai.

cheiodetesao disse...

Também sou pai", por contraponto a teres dito que és mãe, obviamente...

:)

GANDALF disse...

Escrever faz bem,e claro que é uma terapia,ou um exercicio de prazer,serve para o transmitir o que nos vai na alma,tal como tu fizes-te,e muito bem.
Os livros têm esse dom,de nos fazerem passar por diversos estados de espirito,quando nos contam uma realidade como essa de certeza que nos tocam sejamos ou não pais.

beijokas

Minhoca disse...

cheiodetesao:
Sim, mesmo com os efeitos secundarios, estou decidida a ler o livro ate ao fim.
Sendo pai percebes a dimensão do que me consome e o porque de o livro me estar a deixdar assim.

Obg por tudo..ou por nada, mas gostei do comentario e prontos, hj to assim.

Beijinhos

Minhoca disse...

gandalf:
Embora com dificuldade, que hoje tudo o que escrevo parece não conseguir transmitir o q sinto, quando li tb me pareceu q o q ia ca dentro ficou la espelhado.
E realmente não é preciso se ter filhos para q o livro toque, mas talves por ter, achei eu, me toca com mais intensidade.

Enfim.. hj to assim uma sentimentalona.

Um beijinho

DESIRE disse...

Querida minhoquinha:
Esse livro da Allende ainda não li.
Mas li os outros todos e fiquei mt angustiada com o que dá origem a esse:"Paula" (o título devia estar em itálico, mas aqui nos comentários não o sei fazer). E acredita que chorei da praticamente da primeira à última página, por isso consigo compreender o que sentes com este "A soma dos dias". Mas, considero que os livros que nos tocam assim, têm um valor incalculável, fazem-nos pensar, sentir, reflectir, recordar...
Bjs prometidos

Bombocaa disse...

Fogo não leias...eu ontem disse-te...não gosto dela...
ah e já agora n leias o livro "visto do céu"...é de chorar, chorar e chorar.
Mas sabes..eu comprei-te 1 livro
:)
E nesse não vais chorar..vais sonhar
kissinhosssss

Minhoca disse...

desire:
Acredita que me vai marcar, mas esta a ser dificil de ler pq me esta a deixar deprimida, mas viu levar ate ao fim porque estou a gostar mt, por isso, como outras coisas na vida, tb tem um lado mau, mas n desisto :)
Bj

Minhoca disse...

bomboca:
Já devias saber q n e por me levrar as lagrimas ou me deixar deprimita q eu desisto, e vou levar o livrinho ate ao fim, claro esta q estou a contar contigo p aturar a depressão :)

Quanto ao livro para sonhar......es uma ganda maluca q era para comprares nada

Bjs

Pedro disse...

Escrever é uma maneira de comunicar. E comunicar significa partilhar, sentir-se ouvida/lida, o que permite sempre partilharmos as nossas emoções, logo ficamos mais aliviados, pois aliviamos o peso das emoções solitárias. Vai escrevendo, falando, partilhando. Seguramente ficas melhor e..., estou certo, recebes em troca