segunda-feira, 31 de agosto de 2009

.......................................


Há situações com que nos deparamos que não são o que nos queremos, porque sabemos exactamente o que queremos e do que precisamos, acabamos por nos sentir magoados pois não é assim que queremos, queremos mais, sentimos que o certo não é assim, assim é pouco, e pomos um ponto final, afastamos para não doer, mas no final, acabamos por descobrir que deixar magoa ainda mais.

16 comentários:

Eu Mesma! disse...

Ai Minhoca...
credo....
parece que estás a responder ao meu ultimo post...

a sério?
deixar é pior?????

Minhoca disse...

Eu Mesma:

Deixar não apaga a dor, so a torna diferente.....

Neste momento não sei te responder, não sei o que é pior, so sei que deixar não apaga a dor apenas a torna mais palpavel e intensa,e nos deixa numa dormencia, uma apatia, nem sei como descrever.

Deixar devia deixar um vazio, mas em vez disso so deixa uma dor ainda maior

korrosiva disse...

O tempo apaga a dor..

beijinhosss

Bruxinha disse...

Não sei bem que te dizer,apenas te posso dizer que realmente doi, e doi de verdade :(

Um beijinho

Minhoca disse...

Korrosiva:

É o que dizem..................

Minhoca disse...

Bruxinha:

Não há nada a dizer de facto, isto foi so um desabafo porque esta a doer muito mais do que eu suponha, mas mesmo assim, se pudesse voltar atrás, e mesmo sabendo o que dói agora, eu voltava na mesma a deixar-me ir, porque o que senti e vivi vale tudo isto.
Pronto isto esta muito lamechas, mesmo muito, mas é mesmo assim, e não sei dizer de outra forma.

Bjsss

Miguel disse...

Se valeu, porque deixaste?

Porque se acaba o que é bom?

É-me dificil entender isso...

Fazer parte da decisão custa sempre menos do que quem sofre os efeitos da decisão sem poder fazer parte dela.
Isto parece-me demasiado óbvio...

Beijocas

Minhoca disse...

"Se valeu, porque deixaste?"
porque a situação como estava tb magoava, e eu dei uma opção

"Porque se acaba o que é bom?"
porque ??? talvez porque era preciso mais e o outro lado nada fez

"Fazer parte da decisão custa sempre menos do que quem sofre os efeitos da decisão sem poder fazer parte dela."
pode ser, mas o outro lado tinha sempre a possibilidade de alterar as coisas, e nada fez, o q pode ser encarado como uma decisão e então o deixar foi so a consequência de uma decisão que não cabia a mim tomar, e não torna mais fácil o ter que deixar, no fundo foi o decidir entre o que magoava menos, e nem sei se deixar magoa menos.

Muito francamente, e tal como digo la em cima, não sei o que doi mais, o que sei é que depois de por as cartas na mesa havia alguma coisa que o outro lado podia fazer, e não fez, por isso eu encaro a "não decisao" como uma decisao e tenho tentado levar o melhor que posso, esta bem mais dificil do que supunha,e la voltamos ao inicio, sera que manter, mesmo n sendo a situação ideal, doia menos???

Miguel disse...

Minhoca,

Não decidir é uma decisão. Sempre!
Decide-se não fazer, assim como se decide fazer. Nesse aspecto tens toda a razão.

Percebo o que explicas agora.
Assim dou-te (também) razão.

O que discordo é que se te magoava, então não podia ser (assim tão) bom. E foi o facto de catalogares essa relação como boa que me fez questionar.

Também percebo que, neste caso, talvez doa mais terminar que "ser terminado". Se a pessoa gostasse de ti, como pareces gostar dela, então tinha feito qualquer coisa para não acabarem. Não o fazendo, é porque não gostava assim tanto... parece-me!

Não é um caso normal em que um gosta e é "abandonado" pelo outro. O outro poderá gostar um bocadinho, ou manter um certo carinho mas deixou de gostar mesmo. E a dor do que gosta mesmo será sempre superior.
Era disso que falava.
Mas não é o caso...

Bem, outros há muitos... É só olhares por aí!

*

WHOW [...pétaculo...]® disse...

neste momento, a esta hora do dia ainda, ainda por cima hoje, nao estou com capacidades pa fazer um comentario serio ao teu post

ate já.
daqui a pouco volto com um coment, tao profundo como o teu post

Minhoca disse...

Miguel:

Sem duvida, não decidir já uma decisão, mas neste caso, não é assim tão preto no branco, ate porque na altura em que o “problema” surge não é possível tomar uma decisão imediata, ou se calhar sou eu que não quero ver ainda, no fundo ainda acredito que se pode fazer alguma coisa.

Quanto ao magoar….digamos que por ser tão bom acabou por chegar uma altura em tinha que haver alterações, deixar como estava passava a magoar.


“Também percebo que, neste caso, talvez doa mais terminar que "ser terminado". Se a pessoa gostasse de ti, como pareces gostar dela, então tinha feito qualquer coisa para não acabarem. Não o fazendo, é porque não gostava assim tanto... parece-me!”
Se calhar disto é que eu me devia mentalizar, se calhar a resposta é mesmo esta…….... mas…... ainda acredito. Espero muito francamente que depois “da casa arrumada e das ideias arejadas” não tenha que ser um fim mas um começo.
A ver vamos :)

E eu percebi o que estavas a tentar dizer, so não interpretaste da forma certa o que eu tinha escrito :) que não era mais do que um desabafo, talvez um pouco mais sentido do que eu gostaria, mas ando dada a exteriorizar os sentimentos.

Minhoca disse...

WHOW:

Pois esta é a hora q acabaste de sair da cama n?????

O post ja é bem mais profundo do que eu gostaria, ja respondi a comentarios e acabei por levar a questao ainda mais a fundo, por isso, deixa la, podes fazer comentarios nada serios que ate ajuda a desanuviar :)

Bjsss

WHOW [...pétaculo...]® disse...

"...deixa magoa ainda mais"

nem tudo o que queremos, temos!
ás xs ainda pode doer mais do que pensas, ora pensa assim, tu sabes que "tens" mas não consegues ter
sabes que o X e o Y sabem que sim, mas não pode ter

eu presenciei e acredito, a mulher é força da natureza, tem uma força incrivel dentro dela, isso eu sei, isso tenho certeza

sabes que o pouco ás xs faz doer, pois tentas o muito, queres o muito, tentas o que é certo, e no final de contas ficasse pelo pouco, isso faz sofrer muito, mesmo
o melhor mesmo é ponto final e dar um paragrafo

eu sei que o paragrafo nao é facil, que demora a mudar de linha, e enquanto nao muda vai arranhando


"a dor pode ser maior quando se tem o MUITO, sabes que o tens e ate sorris, mas nao se consegue completar o MUITISSIMO"



podia dizer mt mais, alias, ando a fugir do petaculo, pa nao escrever
:S



"NAO SORRIAS PARA SER FELIZ, SÊ FELIZ PARA SORRIRES!"


beijinhos_whow*_petaculo

Minhoca disse...

WHOW:

Irra que o homem complicou isto tudo :), agora manda a tradução porque não sei se percebi:)

Eu sei que “tenho”, so que o que ”tenho” não me chega, eu quero o todo, o muitíssimo como tu dizes :), menos que isso magoa


Mas acredito, e é assim que quero que seja, porque é assim que faz sentido:"NAO SORRIAS PARA SER FELIZ, SÊ FELIZ PARA SORRIRES!"

Bjssss

WHOW [...pétaculo...]® disse...

peço, mas o whow nao traduz
raramente faz isso
:P


posso te dizer, k no coment tinha algo de mim, algo do k escreveste e uma mensagem pa te ajudar a entender melhor o problem

disseste isto:
Eu sei que “tenho”, so que o que ”tenho” não me chega, eu quero o todo, o muitíssimo como tu dizes :), menos que isso magoa

a diferença de nós nessa frase é k tu keres tudo, e se tiveres petaculo e eu tenho o MUITISSIMO, mas falta 1 aspecto pa ser BASTANTE MENTE MUITISSIMO, e mesmo com MUITISSIMO k eu tenho eu nao posso dizer petaculo
:S


e vá a "senhora minhoca" [(ehhehe)] só tem é que estar a sorrir, se isso for, és feliz
=D

beijos

Pedro disse...

Nunca diga te amo se não te interessa.
Nunca fale sobre sentimentos se estes não existem.
Nunca toque numa vida se não pretende romper um coração.
Nunca olhe nos olhos de alguém se não quiser vê-lo se derramar em lágrimas por causa de ti.
A coisa mais cruel que alguém pode fazer é permitir que alguém se apaixone por você quando você não pretende fazer o mesmo.
Mário Quintana

Pois é! Parece simples. Porque será que não aprendem…