quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Quando o copo já esta cheio…..basta uma gotinha





Como já por aqui escrevi varias vezes não sou uma pessoa com fé na raça humana :), espero sempre o pior, raramente acredito nas promessas e afins, e ok, vivo bem com isso e também pouco me desiludo (já que eu espero sempre o pior) posso as vezes, poucas :), me surpreender o que é positivo, há depois um grupo restrito de pessoas em quem confio, em quem acredito e de quem espero o melhor, aquelas que sei que se dizem que vão estar é porque o farão, que se prometem cumprem e que, em caso de falharem, porque todos nós falhamos, é porque houve um bom motivo para tal, logo, continuo a confiar e a acreditar.

Uma falha é perdoável, uma promessa quebrada também, tudo pode ser desculpável sem abalar a confiança se essas “faltas” forem coisas raras, porque quem falha sente q falhou e por isso se tenta desculpar, eu também falho e tento de algum modo compensar e me desculpar das minhas falhas porque para falhar é porque não tive mesmo como não fazer, mas quando a “falha” é permanente, e repetida e repetida e repetida, então deixa de ser uma falha e passa a ser uma falta de consideração, e isso não é perdoável nem desculpável de alguém que temos como amigo, se calhar o erro mesmo é esse, é ter achado que sim, que faria parte desse grupo restrito em quem se podia confiar e contar e afinal não passar de uma pessoa conhecida.
Nestas alturas, em que finalmente percebemos e sentimos que a pessoa não tem qualquer consideração, ou não faria consecutivamente a mesma coisa, o copo deita por fora, porque quando este já esta cheio basta uma gota mesmo que pequenina.

Cheguei à essa fase, e na verdade ao tempo que já lá devia ter chegado, e o meu copo deitou por fora, na verdade a pequena gota foi como um tsunami, deitou a agua toda fora e partiu o copo.

14 comentários:

Lou Alma disse...

A parte boa é que podem sempre oferecer-te um copo novo ou ajudar-te a apanhar os cacos. A parte má é quando já nem isso dá para fazer. Agora a sério, as vezes leva algum tempo a conhecer e realmente compreender as pessoas e é necessária alguma paciência e abertura de espirito. É que nos geralmente pensamos que o nosso espirito é muito aberto , mas às vezes...

Eu Mesma! disse...

Existe uma frase mitica que... se aplica na totalidade... traduzida fica qq coisa como...

Engana-me a primeira vez... és parvo...

Enganas-me a sua vez... quem é parva sou eu!

:)

SmS disse...

Bem...isso tá que está.

Vá, calma o ser humano é mesmo assim :P

Minhoca disse...

Lou Alma:

A questão é mesmo não haver ajuda para apanhar os cacos,acreditei q havia, e afinal estava enganada, por isso o copo partiu e ninguém irá ajudar a concertar. Este copo já não tem concerto, e so agora vejo isso.

Minhoca disse...

Eu Mesma:

E é isso mesmo, esta tudo dito, e continuar a ver é continuar a ser parva

Minhoca disse...

SmS:

Amiga esta, mas podia ser pior :) so levei muito tempo para ver, apenas isso.
E depois ainda estranham por eu ser desconfiada, fogo pelo menos n saio magoada e desiludida.

LopesCa disse...

Espero que recuperes pois ainda há gente boa.

Lebasiana disse...

esquece esse copa e arranja outro... o que mais há para aí são copos quase inquebraveis! ;)

beijocas e fica bem!

Fresco_e_Fofo disse...

Por vezes essa é mesmo a solução: partir a loiça, entornar o copo... o que não pode é ficar tudo na mesma, eternamente.

Anjo De Cor disse...

Pois acho que tens razão há pouca gente em uem confiar... mais vale poucos e bons do que muitos e andar sempre as cabeçadas.
Beijinhos e esquece não te chateis com quem não vale a pena.

Minhoca disse...

LopesCa:

Vai levar tempo a recuperar, tenho dificuldade em confiar e uma desilusão assim custa, mas vai passar :)

Minhoca disse...

Lebasiana:

Acho que o melhor é escolher pratos, esses enchem rápido, logo, não há o risco de acumular muita coisa :) e assim nem chega a partir.
Bjs

Minhoca disse...

Fresco e Fofo:

É triste, e é com muita pena minha cheguei a este ponto.

Minhoca disse...

Anjo de Cor:

E olha que o meu grupo já é restrito, por isso custa ainda mais, eu confio em tão poucas pessoas e é tão triste descobrir que me enganei em relação a uma delas, é daquelas desilusões que dói como raio.

Esquecer não esquecerei, mas sim, vai chegar uma altura em que já não vai doer.

Bjss